Valuation: o que é e como é feito?

Valuation, ou avaliação de empresas, é um processo de análise que busca estimar o valor de uma empresa ou de um ativo. Essa é uma etapa crucial em diversas situações, como fusões e aquisições, abertura de capital e negociações de investimentos. 

Mas como é feito o Valuation?

Existem diversas abordagens para se fazer a avaliação de uma empresa, mas as mais comuns são:

  • Fluxo de Caixa Descontado (FCD): essa é a abordagem mais utilizada, pois leva em conta o fluxo de caixa gerado pela empresa ao longo do tempo, trazendo-o a valor presente e considerando uma taxa de desconto. Dessa forma, é possível estimar o valor presente da empresa com base em suas perspectivas de geração de caixa futura.
  • Múltiplos de Mercado: nessa abordagem, são utilizados múltiplos de empresas comparáveis no mercado, como P/L (Preço/Lucro), EV/EBITDA (Valor da Empresa / Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) e outros indicadores. Esses múltiplos são aplicados sobre a empresa que se quer avaliar, gerando uma estimativa de valor.
  • Valor Patrimonial: essa abordagem leva em conta o valor dos ativos e passivos da empresa, desconsiderando sua capacidade de gerar fluxo de caixa. É uma abordagem mais simples e pode ser útil em casos em que a empresa está em fase inicial e ainda não gera caixa.
  • Valuation ESG (Environmental, Social and Governance): são considerados não apenas os aspectos financeiros da empresa, mas também seus impactos ambientais, sociais e de governança. Essa é uma tendência crescente no mercado, à medida que investidores e consumidores se tornam cada vez mais conscientes sobre a importância da responsabilidade socioambiental.

 

Cada abordagem tem suas vantagens e limitações, e é importante escolher a mais adequada ao caso em questão. 

Além disso, a avaliação deve levar em conta diversos fatores, como o cenário econômico, as perspectivas de crescimento da empresa, os riscos envolvidos, entre outros.

Entretanto, também é importante considerar a análise de cenários e simulações de sensibilidade, que permitem avaliar o impacto de diferentes fatores no valor estimado da empresa. 

Por exemplo, uma simulação pode ser feita para avaliar como o valor da empresa seria afetado caso houvesse uma queda na demanda do mercado ou um aumento na taxa de juros.

Outro aspecto importante é a escolha dos múltiplos de mercado a serem utilizados na abordagem de Múltiplos. 

É necessário selecionar empresas comparáveis que tenham características semelhantes à empresa que se quer avaliar, como setor de atuação, porte, nível de risco, entre outros.

Vale ressaltar que o Valuation não é um processo estático e pode ser revisado periodicamente, considerando as mudanças no cenário econômico e as perspectivas de crescimento da empresa. Isso garante que a avaliação esteja sempre atualizada e reflita as condições atuais do mercado.

Vale lembrar que a avaliação é uma estimativa, e pode haver variações no valor estimado dependendo das premissas adotadas e das informações disponíveis. 

Em resumo, o Valuation é um processo de análise que busca estimar o valor de uma empresa ou ativo. Existem diversas abordagens para se fazer a avaliação, sendo a mais comum o Fluxo de Caixa Descontado. 

É importante escolher a abordagem mais adequada e contar com especialistas para uma análise embasada.

Confira nossos Posts Recentes

Abra uma conta para você ou sua empresa

Fale com um assessor e entenda todas as nossas soluções.

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando você aceita nossa Política de Privacidade.