Títulos privados – qual é o ideal para você investir?

Os títulos privados são uma alternativa de investimento para investidores que buscam uma rentabilidade maior do que as oferecidas por títulos públicos de renda fixa, mas que estão dispostos a assumir um risco maior em relação ao investimento. 

Na definição, os títulos privados são instrumentos financeiros emitidos por empresas privadas com o objetivo de captar recursos para financiar suas atividades. Esses são considerados investimentos de renda fixa, pois oferecem uma remuneração pré-acordada ao investidor.

Quando falamos no assunto, é importante lembrar que esses títulos não possuem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que assegura os depósitos em até R$250 mil em caso de falência da instituição financeira emissora, como ocorre com alguns títulos públicos. Por isso, é importante avaliar cuidadosamente os riscos envolvidos antes de investir em títulos privados.

Entretanto, existem diversos os tipos de títulos privados, mais comuns estão as debêntures, que são títulos de dívida emitidos por empresas para captar recursos no mercado financeiro. As debêntures oferecem aos investidores uma taxa de juros pré-determinada, sendo garantidas pelos bens e ativos da empresa emissora.

Outro tipo comum de título privado são as letras financeiras, que são títulos emitidos por bancos e outras instituições financeiras. As letras financeiras também oferecem uma taxa de juros pré-fixada e são garantidas pelo patrimônio líquido da instituição financeira emissora.

Além disso, existem outras formas de títulos privados, como as notas promissórias, os certificados de recebíveis imobiliários (CRI) e os certificados de recebíveis do agronegócio (CRA), que são utilizados para financiar projetos específicos nas áreas imobiliária e agrícola.

Abaixo você confere com mais detalhes o conteúdo que preparamos sobre o assunto. Confira!

Tipos de Títulos Privados 

Quando falamos de títulos privados, existem vários tipos, cada um com suas características específicas. Abaixo, descrevemos alguns dos tipos mais comuns!

 

Debêntures

As debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas para captar recursos no mercado financeiro. Elas são garantidas pelos bens e ativos da empresa emissora e oferecem aos investidores uma taxa de juros pré-determinada. 

Além disso, as debêntures podem ser conversíveis em ações da empresa emissora em um determinado período de tempo, o que significa que o investidor pode optar por trocar seus títulos por ações da empresa.

Letras financeiras

As letras financeiras são títulos emitidos por bancos e outras instituições financeiras, sendo garantidas pelo patrimônio líquido da instituição financeira emissora. 

Diante disso, oferecem aos investidores uma taxa de juros pré-fixada e possuem prazos de vencimento mais longos do que outras formas de títulos privados.

Notas promissórias

As notas promissórias são títulos de dívida emitidos por empresas para captar recursos no mercado financeiro. Elas não têm garantias, mas oferecem uma taxa de juros pré-fixada. Contudo, possuem prazos de vencimento mais curtos do que outros tipos de títulos privados.

Certificados de recebíveis imobiliários (CRI)

Os certificados de recebíveis imobiliários são títulos emitidos por empresas que atuam no mercado imobiliário, como construtoras e incorporadoras.

Os CRI são lastreados em recebíveis imobiliários, como aluguéis e financiamentos imobiliários, e oferecem aos investidores uma taxa de juros pré-determinada.

 

Certificados de recebíveis do agronegócio (CRA)

Os certificados de recebíveis do agronegócio são títulos emitidos por empresas que atuam no mercado agropecuário, como cooperativas e empresas de agronegócio.

Os CRA são lastreados em recebíveis do agronegócio, como safra e animais, e oferecem aos investidores uma taxa de juros pré-determinada.

 

Em geral, os títulos privados oferecem uma rentabilidade maior do que títulos públicos de renda fixa, mas apresentam um risco maior em relação ao investimento.

É importante avaliar cuidadosamente os riscos envolvidos antes de investir, além de considerar fatores como prazo de vencimento e liquidez.

Vantagens em se investir em Títulos Privados

Agora que você já sabe mais sobre o assunto, trouxemos as vantagens de se investir em nesses títulos! 

É importante entender que os títulos privados geralmente oferecem uma taxa de juros mais elevada do que os títulos públicos de renda fixa.

Isso significa que há um potencial de retorno maior para os investidores que optam por investir em títulos privados.

Diversificação de portfólio 

Os títulos privados podem oferecer uma forma de diversificar o portfólio de investimentos. Eles podem ser usados para complementar outros tipos de investimentos, como ações e títulos públicos de renda fixa, ajudando a reduzir o risco geral do portfólio.

Acesso a setores específicos da economia

Os títulos privados permitem aos investidores acesso a setores específicos da economia, como o setor imobiliário e agronegócio, que não estão disponíveis nos títulos públicos de renda fixa.

 

Possibilidade de personalização

Em alguns casos, os títulos privados podem ser personalizados para atender às necessidades específicas do investidor. Por exemplo, uma empresa emissora pode oferecer um título com prazo de vencimento mais curto ou mais longo, ou com uma taxa de juros diferenciada.

Negociação no mercado secundário

Outro exemplo é que em alguns casos, os títulos privados podem ser negociados no mercado secundário. Isso significa que o investidor pode vender seus títulos antes do vencimento, o que pode aumentar a liquidez do investimento.

No entanto, é importante ressaltar que os títulos privados apresentam um maior risco em relação aos títulos públicos de renda fixa.

Os investidores devem avaliar cuidadosamente os riscos envolvidos antes de investir em títulos privados e buscar orientação de profissionais qualificados antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Gostou do conteúdo? Acompanhe nos insigths sobre o mercado nacional e internacional! 

Confira nossos Posts Recentes

Abra uma conta para você ou sua empresa

Fale com um assessor e entenda todas as nossas soluções.

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando você aceita nossa Política de Privacidade.