Home Equity: crescimento e juros menores estão conquistando o brasileiro

Um novo tipo de empréstimo está conquistando os brasileiros: o Home Equity. Popular em outros países, como nos Estados Unidos, essa modalidade tem como atrativo os juros menores e menos burocracias, afinal, o dinheiro emprestado pode ser usado da forma por quem solicitou achar melhor. 

 

Palavra originária do inglês que significa “casa e patrimônio”, o Home Equity está em plena expansão no Brasil. Mesmo que seja pouco conhecido, nos últimos anos a modalidade já movimentou mais de R$12 bilhões em suas operações somente em terras brasileiras. 

 

Na prática, o Home Equity funciona como um empréstimo que tem como garantia um imóvel residencial ou comercial. Ele pode ser contratado por pessoas físicas ou jurídicas, com taxas atrativas e pagamento estendido quando comparado a outras concessões de crédito. 

 

Principais vantagens e características 

 

Para conhecer a fundo o Home Equity, alguns aspectos o diferem de outros e o tornam único. Abaixo você fica por dentro da categoria e como usufruir dos benefícios em totalidade! 

 

1. Difere da hipoteca

Enquanto a hipoteca mantém o imóvel no nome do credor, o Home Equity faz ao contrário. O credor passa o seu bem para a instituição através da alienação fiduciária e só o recebe de volta quando a dívida é quitada. Essa é uma forma de que o proprietário cumpra com os pagamentos e não perca o seu imóvel.

 

2. O valor é limitado

Para que o crédito seja concedido, é necessário que o imóvel passe por uma avaliação para que o seu real valor seja conhecido. Desta forma, a quantia pode chegar até 50% em relação ao imóvel dado como garantia. 

 

3. Pode ser utilizado para alavancar negócios 

Diferente de alguns empréstimos que possuem “condições” para uso, no Home Equity a cifra pode ser utilizada para investir no negócio, desde a quitação de dívidas, como aquisição de novos materiais, compra de insumos, contratação de colaboradores, entre outros. 

 

4. Pessoas físicas e jurídicas podem solicitar

Desde que a pessoa tenha um imóvel em seu nome, independente se for física ou jurídica, já é possível fazer a solicitação. A depender da instituição, o imóvel deve estar quitado e uma parte do préstimo pode ser concedido para o pagamento da dívida antiga. 

 

5. Sem burocracia

Outra característica marcante é a falta de burocracia. Por ser uma modalidade fácil e rápida, os passos para obter o aval são simples.

As organizações credoras solicitam alguns documentos, porém os mais solicitados são o RG e CPF/CNPJ do solicitante, comprovante de renda, comprovante de residência e a documentação do imóvel. Além disso, são apenas quatro etapas entre a solicitação e liberação do crédito financeiro!

     

      • Análise de crédito pedido;

      • Análise jurídica da documentação;

      • Análise do imóvel;

    • Emissão e assinatura do contrato entre as partes. 
     
     

    6. Possui taxas mais baixas para pagamento

    Cumprir com as parcelas sem complicar o orçamento, é um grande privilégio que o Home Equity oferece. Como o imóvel é considerado garantia de quitação, as instituições financeiras cobram taxam bem menores que as praticadas normalmente em outros tipos de crédito pessoal, a segurança é maior e a inadimplência bem baixa. 

     

    7. Prazo estendido para pagamento 

    Mais um diferencial é o longo prazo para o pagamento, que pode chegar a até 240 meses, ou seja, 20 anos. Diante disso, a renda não é totalmente comprometida e a dívida pode ser paga com mais tranquilidade e tempo.

    Na maioria dos créditos oferecidos no mercado, os prazos variam entre 6 e 10 anos, outro ponto positivo e forte da modalidade. 

     

    8. Liberação e recebimento de forma mais rápida 

    Quanto mais rápido o dinheiro for liberado, melhor ele poderá ser utilizado! Com a documentação para a alienação fiduciária correta e atualizada, é possível concretizar a negócio entre 10 e 15 dias, agilizando os objetivos a serem alcançados com o montante.

     

    9. O imóvel em garantia não precisa ser desocupado 

    Contudo, mesmo que o imóvel seja o aval para a parcela, o solicitante pode continuar ocupando a residência. A organização possui a propriedade, mas não fará posse dele a menos que o acordado não seja cumprido. Enquanto o parcelamento é honrado, a casa pode continuar a ser usufruída! 

     

    10. Parcelas menores e fixas 

    Ter ciência das prestações e que o valor é fixo, dá segurança e também estabilidade para que a dívida seja encerrada. Com a taxa constante, o planejamento financeiro fica mais fácil de ser executado, já que a dívida não terá mudanças no valor e o contrato poderá ser cumprido. 

    Com a Criteria Investimentos, você pode fazer uma simulação e ter as melhoras condições para empréstimo através do Home Equity.

    Nossos especialistas dão suporte e apoio para que a quantia esteja disponível o mais rápido possível, além da preservação da habitação.

    Confira nossos Posts Recentes

    Abra uma conta para você ou sua empresa

    Fale com um assessor e entenda todas as nossas soluções.

    Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando você aceita nossa Política de Privacidade.