Antecipação de recebíveis: o que você precisa saber 

Manter a saúde financeira do negócio é uma das principais preocupações dos empresários, afinal, é preciso ter um bom fluxo de caixa para expandir o negócio e alcançar novos resultados de crescimento.

 

Quando uma empresa precisa de capital para suprir suas obrigações de curto prazo, aumentar o seu faturamento, obter desconto na compra de matéria-prima ou dar mais prazo de pagamento para seus clientes, a antecipação de recebíveis é uma interessante opção disponível no mercado.

 

Quando a antecipação de recebíveis é adotada, o empreendedor recebe de forma antecipada o dinheiro referente a vendas a prazo, parceladas, carnês, cheques pré-datados e até mesmo de cartões de crédito.

 

Ao optar pela antecipação, a empresa recebe de forma adiantada um valor que já seria dela, entretanto teria que esperar um tempo maior para o recebimento. Essa vantagem é uma ótima alternativa para equalizar o seu fluxo de caixa, além da taxa de juros ser menor que na contratação de um empréstimo. 

 

Como usar a antecipação de recebíveis? 

 

É importante realizar um planejamento antes de recorrer a essa prática, pois mesmo com a taxa de juros mais atrativa, qualquer decisão errada pode prejudicar a saúde financeira da empresa.

Com a ajuda de empresas que entendem do assunto, fica fácil ter apoio durante todo o processo.

 

3 motivos para realizar a antecipação de recebíveis

 

Para os que buscam a antecipação de valores, a motivação deve gerar resultado e resolver o problema principal. Fazer o adiantamento apenas para que o valor entre no caixa não é uma prática saudável. 

 

Confira agora três motivos para realizar a antecipação:

 

1. Manter o fluxo de caixa positivo

Caso a empresa efetue a maioria de suas vendas a prazo, em algum momento o seu caixa pode ficar com um saldo muito baixo ou perto da negatividade. Afinal, ao passo que os recebimentos se fragmentam em um longo período, os custos fixos e variáveis seguem ocorrendo e precisam ser pagos em dia.

 

Dentro dessa realidade, não é raro que o gestor se veja com muitas obrigações a cumprir e poucas entradas no caixa.

 

2. Obter capital de giro

Antecipando os seus recebíveis, a empresa não precisa mais esperar o recebimento de suas vendas para conseguir comprar mais matéria-prima, produzir e vender. Com essa estratégia haverá mais vendas no mesmo intervalo de tempo. A consequência disso é aumento do faturamento.

 

3. Reduzir custos com fornecedores para aumentar a lucratividade

Compras em abundância podem oferecer bons descontos, especialmente se forem feitas à vista. Essa possibilidade deve ser sempre analisada em relação a produtos de alta rotatividade ou ao estimar demandas excepcionais, como as sazonais.

 

O cálculo a ser feito neste caso é baseado no orçamento recebido de um determinado fornecedor. É possível que uma compra em volume paga à vista gere um desconto maior do que os juros pagos quando os valores das vendas a prazo são antecipados. Portanto, este é um bom uso da negociação de adiantamento de crédito.

 

Tipos mais comuns de adiantamento de recebíveis

 

Antecipação de vendas com cartões de crédito

Esta é a forma mais comum de antecipar as vendas. Apesar de ser a forma mais comum, antecipar os recebíveis sem o domínio das informações é um risco. É importante que o lojista saiba quais pagamentos ele pode antecipar e quais geram menos juros.

 

Antecipação de vendas a prazo através de Notas Fiscais

 

As vendas a prazo por notas fiscais podem ser antecipadas por bancos, fundos ou empresas competentes. Cada um dos recebimentos futuros descritos na nota fiscal é como uma garantia da operação. Esse tipo de antecipação é muito comum em empresas que vendem para outras empresas.

 

Antecipação de cheques

Mesmo sendo pouco usado, algumas pessoas ainda preenchem cheques para cobrir seus pagamentos atrasados. Nessa modalidade de antecipação o cheque serve como comprovante do crédito e, simultaneamente, garante a transação. Isso pode ser feito através da entrega das folhas e recebimento dos valores já com o desconto dos juros. 

 

Agora que você está por dento do assunto, é importante avaliar o planejamento financeiro da sua empresa, especialmente em relação à necessidade de capital para as suas atividades. Pesquise a taxa de juros, o melhor formato de operação para o seu negócio e como tirar o melhor benefício da situação. 

Para qualquer dúvida, entre em contato com um de nossos especialistas! É sempre um prazer atender você. 

 

Acompanhe nossos conteúdos semanalmente e fique por dentro das atualizações do mercado.

 

Confira nossos Posts Recentes

Abra uma conta para você ou sua empresa

Fale com um assessor e entenda todas as nossas soluções.

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando você aceita nossa Política de Privacidade.